Warning: Use of undefined constant REQUEST_URI - assumed 'REQUEST_URI' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /customers/d/e/3/amarimefalou.com.br/httpd.www/wp-content/themes/astra/functions.php on line 73 GUACAMOLE | A Mari me Falou

GUACAMOLE

[av_fullscreen size=’extra_large’ image_attachment=’fixed’ animation=’slide’ conditional_play=” autoplay=’false’ interval=’5′ control_layout=’av-control-default’ scroll_down=’aviaTBscroll_down’ av_uid=’av-jjhzogfy’]
[av_fullscreen_slide id=’4644′ av_uid=’av-363to3′][/av_fullscreen_slide]
[/av_fullscreen]

[av_textblock size=” font_color=” color=” av-medium-font-size=” av-small-font-size=” av-mini-font-size=” av_uid=’av-gdv2tb’ admin_preview_bg=”]
“EL MUERTO AL POZO Y EL VIVO AL GOZO!”

Hola mis hermosos!!! Essa receita que trago hoje para vocês, como dizem os mexicanos

“ES PARA CELEBRAR EL DÍA DE LOS MUERTOS!”

DÍA DE LOS MUERTOS é considerado a tradição mais representativa da cultura mexicana. As origens da celebração do Dia dos Mortos no  México são anteriores à chegada dos espanhóis. Há um registro de celebrações nas etnias mexicanas, maia, purépecha e totonaca. Os rituais que celebram a vida dos ancestrais são realizados nessas civilizações desde os tempos pré-colombianos. Entre os povos pré-hispânicos, era prática comum preservar os crânios como troféus e exibi-los durante os rituais que simbolizavam a morte e o renascimento.  A crença popular é que as almas dos entes queridos que nos deixaram retornam do além-túmulo durante o  Dia dos Mortos . Por esta razão, eles são recebidos com uma oferenda onde eles colocam sua comida e bebida favoritas, frutas, calaveritas doces (é uma representação do crânio humano feita seja em açúcar ou em argila, é também qualquer representação artística de caveiras) e, se necessário, brinquedos para as crianças.

Em 2008, a Unesco declarou a festividade como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade do México.

GUACAMOLE

INGREDIENTES

1 abacate maduro sem casca e caroço (pode usar o avocado também)
1 dente de alho amassado
1 cebola média picada (ou ralada. Pode usar a cebola roxa também)
2 tomates médios, maduros sem casca e sem sementes, picados
Suco de um limão
Pimenta a gosto
Sal a gosto

Opcional: 1 xícara (de chá) de cheiro verde picado ou coentro

MODO DE FAZER

Em uma vasilha amasse o abacate até virar um purê. Adicione o dente de alho amassado, a cebola picada, os 2 tomates picados, o cheiro verde ou coentro picado. Esprema o limão na mistura e tempere com pimenta e sal a gosto. Misture bem até ficar homogêneo

VEJA TORTILHA MEXICANA PARA GUACAMOLE
[/av_textblock]

[av_section color=’main_color’ custom_bg=” src=” position=’top left’ repeat=’no-repeat’ attach=’scroll’ padding=’large’ shadow=’no-shadow’ av_uid=’av-700l7y’ av_element_hidden_in_editor=’0′]
[av_two_fifth first av_uid=’av-oxmly’]

[av_hr class=’invisible’ height=’70’ shadow=’no-shadow’ position=’left’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′ font=’entypo-fontello’ av_uid=’av-67d1f2′ admin_preview_bg=”]

[av_image src=’https://usercontent.one/wp/amarimefalou.com.br/wp-content/uploads/2018/07/mariana4-300×286.png’ attachment=’3630′ attachment_size=’medium’ align=’center’ styling=” hover=” link=” target=” caption=” font_size=” appearance=” overlay_opacity=’0.4′ overlay_color=’#000000′ overlay_text_color=’#ffffff’ copyright=” animation=’no-animation’ av_uid=’av-jjhxz8ca’ admin_preview_bg=”][/av_image]

[/av_two_fifth][av_three_fifth av_uid=’av-6j0pfy’]

[av_textblock size=” font_color=” color=” av-medium-font-size=” av-small-font-size=” av-mini-font-size=” av_uid=’av-6fwly6′ admin_preview_bg=”]

Sobre mim

[/av_textblock]

[av_hr class=’invisible’ height=’70’ shadow=’no-shadow’ position=’left’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′ font=’entypo-fontello’ av_uid=’av-67d1f2′ admin_preview_bg=”]

[av_textblock size=” font_color=” color=” av-medium-font-size=” av-small-font-size=” av-mini-font-size=” av_uid=’av-63xhvy’ admin_preview_bg=”]
Nascida em São Paulo, no ano de 1982, enquanto o sol estava em Aries. Sonhava em ser professora, escritora e acadêmica. Sempre amou mato, praia e animais.
Com ascendente em Touro, sempre teve muito apetite, comia tudo que via pela frente. Em 2000 concluiu o magistério, 2001 começou a lecionar.

Em meados de 2003 teve o primeiro contato com o universo vegetariano, quando sua irmã começou a transição para essa dieta. Interessou-se, experimentou, aprendeu algumas receitas, mas continuou sua vida entre receitas vegetarianas e carnistas, mas sempre recebendo bem as informações sobre alimentação, benefícios, saúde e exploração animal.

Em 2010 concluiu a graduação em Pedagogia e em 2012 a pós em Psicomotricidade. Em outubro de 2015 esse banco de informação foi se transformando em consciência, gradativamente foi retirando o consumo de carne no dia a dia, e em maio 2016 tomou a decisão de não se alimentar de morte. E em 2018 resolvi dividir informações e dicas nesse Blog.
[/av_textblock]

[/av_three_fifth]
[/av_section]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.